Que rumo tomar?

11:13

do Google 
Com a aproximação do aniversário do blog, comecei  a avaliar como foi o nosso desempenho neste primeiro ano. Comecei primeiramente pensando se o meu objetivo estava sendo realmente cumprido, assim como se meus textos estavam sendo bem redigidos e bem interpretados. Depois fui para a parte mais “burocrática” do negócio e avaliar em números o desenvolvimento do Mon Maternité, estamos com mais de 240 seguidores; 20 mil visualizações; 15 parceiros; 9 sorteios; 183 “curtidas” na rede social Facebook; 64 seguidores no Twitter e abrimos um canal do YouTube para divulgar os vídeos dos sorteios. Ah, não posso esquecer que sou uma das Mamis no blog Tutti Mami (buááá, está acabando), colunista no Mamãe Maravilha e uma das colaboradoras no blog Testes da Mamãe.

Quando paro e olho meu sonho e vejo que ele tornou-se realidade, é motivo de muita alegria na minha vida, agradeço a Deus todos os dias e sempre peço para que Ele esteja cuidando do blog, daqueles que me visitam, que meus textos possam ajudar alguém e que nenhum mal aconteça no meu cantinho. Graças a Deus, nunca tive nenhum “problema” com o blog, nunca recebi comentários maldosos, plágio dos meus textos e não tenho conhecimento de que houve furto das minhas fotos. Isso me faz querer crescer cada dia mais! Não é secreto para ninguém que hora ou outra está por aqui que desejo cada dia mais e mais, PORÉM tenho pensado se esse MEU desejo de crescer e espalhar mundo a fora como é bom “Compartilhar, Aprender e Ensinar a benção da maternidade” irão me custar!

Nas últimas semanas, tivemos provas reais do poder que o mundo virtual exerce sobre nosso país. Em suas semanas, três assuntos se tornaram maciços em todos os veículos de comunicação e em todos os casos, tudo começou pela internet e, em especial, as redes sociais. Em primeiro lugar veio o caso do suposto estupro no reality show “Big Brother Brasil” e ganhou força porque aqueles que assistiam ao programa pelo sistema pay per view começaram um campanha pedindo a expulsão do participante pelo Twitter; depois veio a suspeita que a gravidez de quadrigêmeas anunciada por uma mulher seria falsa e, um dos motivos para que a suspeita aumentasse foi de que a fotografia usada como prova pela suporta gestante, na verdade era uma montagem de uma mamãe blogueira com quatro imagens de seu único filho no qual ela divulgou em seu blog há tempos; depois o chatíssimo e irritante caso da propaganda de um empreendimento imobiliário em que o pai justifica a ausência da filha no comercial em virtude de uma viagem para o exterior, a frase tão tosca ganhou proporções tão grandes que a menina antecipou a volta para o Brasil e está fazendo seus 15 dias de fama.

O que isso tem haver com o meu blog?! TUDO ... a internet, as redes sociais te levam do estrelado ao chão em fração de segundos, nesse caso, em questão de megabites!

Quando criei o blog, mesmo não sendo do mesmo tema, uma das minhas inspirações foi minha eterna chefinha no mundo jornalístico, a Ana Clara Garmendia, com seu blog de street style. Foi com ela que aprendi a linguagem e a maneira de escrever para internet e, lembro-me que quando abri minha conta no FB, era quase que diário as seguintes menções à ela “Ana Clara Garmendia começou uma amizade com sei lá quem e mais 59 pessoas”... e isso era diário! No perfil dela tem as fotos do blog, dos desfiles e fotos pessoais e acredito que ela nunca tenha sido vítima de nada ... agora, depois desses últimos acontecimento, estou realmente com medo do que essa exposição poderá me trazer.

Sabe quando te dá aquela sensação de estar sendo vigiada, tido um BBB?! Estou assim! Mas também não quero parar com isso ... estou confusa! Enquanto as coisas pareciam acontecer lá longe, era uma coisa, mas sabe quando você sente que estão chegando cada dia mais perto de você.

Confesso que estou confusa ... não sei no que acreditar; não sei mais em quem acreditar. A raiz do problema é a maldade que algumas pessoas carregam consigo e tem o poder de espalhar com uma facilidade que assusta! É muito mais fácil e rápido espalhar o mal do que o bem.

E agora ... o que fazer!??! HELP ME!!!


VEJA MAIS POSTS SOBRE

6 comentários

  1. Olá Marcella,
    Também estou vivendo esse mesmo dilema com os Meus Primeiros Passos.
    Já estou tendo problemas com o tempo para postar e esses últimos acontecimentos realmente desanima um pouco.
    Amo o blog é como o meu segundo filho, é bom poder compartilhar e receber em troca experiências de outras mamães. Mas sabemos que é um meio arriscado pela maldade humana.
    Não sou a melhor pessoa para te aconselhar sobre isso, por isso desejo boa sorte em sua escolha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Má, como sempre parabéns pelo post. Uma reflexão válida não somente para quem é de blog, mas nós leitores. Aliás, este país precisa de mais reflexão de maneira geral.
    Fiquei emocionada de você mencionar a Nana, de verdade.
    Acredito que você não deve se abalar com essa maldade virtual, uma vez que o seu blog, graças aos depoimentos mega pessoais, consegue atingir positivamente e ajudar tantas mães. A sua postura com o blog é muito corajosa por vários fatores. Acho que o mundo de forma geral tem maldade, mas pensa: o bem que você faz pra tanta gente acho que compensa.
    Vou te apoiar sempre.

    ResponderExcluir
  3. Marcela,
    Entendo tudo que você disse.
    Também estou muito com o pé atras no blog depois dos últimos acontecimentos.
    Por isso criei o Make Viagem para sair um pouco desta questão materna e desta exposição.
    Temos que preservar nossos filhos ao máximo. Esse questão da falsa gravidez comentei até com o meu marido, fiquei muito preocupada.
    Vamos indo e apoiando umas as outras.
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Má, vc está de parabéns pelo caminho que percorreu até aqui. Seu blog cresceu, vc conquistou um grande espaço na rede. Nao posso dar uma opinião porque o meu objetivo é bem diverso do seu . Só quero ter a liberdade de escrever e publicar qndo tiver a fim e sem obrigação de manter uma audiência crescente. Eu gostaria de ter leitores assíduos sem obrigação de número. Desde que comecei tb tomei outra decisão de nao dar detalhes da vida pessoal, como data de aniversario, endereço, nome da escola, detalhes que possam indicar aquisições materiais... E tb quero limitar ao máximo fotos do Henrique porque acho muita exposição para ele. Nem sei se ele gostaria disso no futuro. Sou super tímida e discreta e se acontecesse comigo qndo crianca eu iria odiar meus pais. Por isso estou preferindo escrever textos mais reflexivos. Olha, o rumo é totalmente pessoal. Nao acho certo ou errado nada. Tudo na vida decorre de decisões . Peça para Deus te orientar e iluminar seu caminho e te proteger sempre contra o mal e a inveja (infelizmente existe em todo lugar). Só posso te cumprimentar pelo que vc já conquistou. Sabe desde que comecei a ler alguns blogs vc foi das poucas que manteve a essência. Cresceu mas sem perder seu estilo . Grande mérito seu! Tenho orgulho de estar te acompanhando quase desde o inicio! Que Deus te ilumine sempre! Beijo grande no coração .

    ResponderExcluir
  5. Eu comecei o meu blog para dar dicas as mamães , e para registrar momentos , não almejo fama, e admiro o seu trabalho que está rendendo, já parei diversas vezes para pensar na exposição que acontece, pois gosto de colocar fotos e vídeos dos pequenos, gosto de partilhar, ainda nem arrumei meu blog direito, só vou escrevendo sem muitas obrigações, a única obrigação que tenho é de ser verdadeira, pense e tenha fé, porque Deus tem muito mais para nos dar...
    Um grande beijo Cynthia

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente parabéns por este post. Realmente o blog é uma exposição mas tudo na vida tem seu lado positivo e negativo, temos que aprender a lidar com os dois lados e pesar na balança. E parabéns pelo sucesso bjos

    http://maeefeliz.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada! Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog. Para quaisquer dúvidas e sugestões, mande um email para contato@mamaedesalto.com

Beijos, Má

Importante

Importante

Seguidores

© MAMÃE DE SALTO - 2016. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.