Vamos comer um pão de queijo!

11:42

A vida é um grande mistério ... quem sabe ela realmente seja um livro cheio de páginas em branco pronto para receber palavras que contem e componham a nossa história! Como os contos de fadas, sempre temos um “Era uma vez ...” e assim, tudo começa, mas daí que entra uma fada madrinha, uma madrasta, alguns anões, um baile, um príncipe encantado e a vida vai tomando novos rumos.

Eu tinha uma história para a minha vida ... viver intensamente a adolescência, morar fora do Brasil e ter o privilégio de conhecer o mundo, fazer uma faculdade e me formar, encontrar um homem maravilhoso, casar, viver uma vida cheia de amor, sucesso, saúde e dinheiro, ter filhos lindos e sadios, viajar em família, ter um ótimo carro, trabalhar pro prazer, viver muitos anos e morrer dormindo ... junto com meu marido, pai, mãe, irmã e filhos! Ninguém iria sofrer minha morte e nem eu iria sofrer a morte de alguém! FIM! Simples assim!

Infelizmente, ou felizmente, confesso que desta minha fábula, a única – e hoje principal – coisa que consegui foi ter uma filha linda e saudável, no mais, tudo está errado! Será que eu errei na ortografia ou será que alguém pegou meu livro e rabiscou por cima?!

Sophia surgiu na minha vida ... fato! Não foi desejada, planejada! Um surto sem proporção! Mudou a vida de muita gente: minha, papai, meus pais, minha sogra, minha irmã! Mudou mais que a vida, mudou a maneira que vivemos.

Há alguns dias, infelizmente vivenciei um mal entendido que acabou tomando proporções inimagináveis! Me vi numa batalha sem causa nem efeito, apenas exércitos indo e vindo! Me magoei, me surpreendi e com isso descobri que na vida virtual é possível sim fazer e ter amigos!

Nessa batalha, meu exercito de uma mulher só aos poucos foi ganhando aliados, OPS, aliadas! Mamães, amigas, blogueiras queridas que estão aqui querendo sempre “compartilhar, aprender e ensinar a benção da maternidade!”, simples assim!

Hoje tenho o prazer de convidar uma aliada querida para comer uma pão de queijo aqui no Mon Maternité, e assim, aprender e conhecer um pouco mais da gravidinha Paola, uma mulher maravilhosa que com certeza será uma super mamãe!

Então sentem e deliciem-se!

Obrigada querida Paola pela confiança e credibilidade! Foi na dor que nos conhecemos e nos achegamos, hoje tenho certeza que tenho uma amiga!




Sempre sonhei e muito na vida. Sou classificada como aquela mulher que não desiste jamais, que é guerreira e consegue tudo o que quer. Pra quem fala parece fácil, mas digo: fácil não é, mas mesmo assim não desisto e não sou de ferro.

Nasci em 1979, aos 04 anos tive minha primeira grande perda, minha mãe biológica aos 24 anos faleceu e apesar da minha pouca idade me lembro dela como se fosse hoje.

Fui criada por duas grandes mulheres: minha Avó materna e minha tia materna. Minha avó também já se foi e hoje tenho minha Tia como minha mãe, seu marido e seus filhos como meus pais e irmãos, nunca houve diferença nenhuma entre nós 03, muito pelo contrário, fui filha única até os 07 anos e hoje meu casal de irmãos serão os padrinhos da minha Baby quando ela nascer! O amor entre nós é algo inexplicável, somos uma família feliz!

Sempre vivi intensamente, comecei a trabalhar com 14 anos, aprontei algumas poucas e boas na adolescência. Foi na época do cursinho, aos 18 anos, que graças a uma amiga conheci o “homem da minha vida”. Ele nem me deu bola, me disse um único “oi”. Afinal  ele era 10 anos mais velho, casado e com uma filha bebê como poderia olhar pra “pirralha” da amiga da irmã dele? Nunca mais o vi, mas lembrava daquele rosto lindo e da sensação que senti ao vê-lo sentado no sofá !

Entrei na Faculdade de Nutrição, conheci meu primeiro namorado no forró universitário ao som do Falamansa, namorei, noivei, ficamos juntos por 04 anos, até que resolvi terminar.

Terminei e finalmente conheci o “homem da minha vida”, sim esse que falei agora pouco. Ele já divorciado há 03 anos e recém-separado de um namoro turbulento.

Namoramos 03 meses intensos e maravilhosos, sem discussão, muito pelo contrário, nossa química era algo de outro mundo. Até que um dia ele chegou e me disse: Você é a mulher certa na hora errada! Não quero te machucar, mas minha ex-namorada me pediu pra voltar e fiquei em dúvida.

Com o choro preso na garganta respondi: Está bem, então quando eu estiver com mais ou menos 30 – 32 anos você volta pra mim pra eu ter um filho com você. Ele simplesmente riu e disse que eu era muito especial.

Desci do carro, quase morri de chorar, entrei na maior deprê e nunca mais esqueci meu príncipe encantado. Passaram 03 anos, conheci meu ex- marido, fiquei casada 4 anos, me separei e reencontrei o homem da minha vida, agora sim resolvido e eu com meus 31 anos.

Sim, ele “voltou” quando eu pedi, acreditam nisso? Quando nos reencontramos eu disse: Escuta, você quer namorar comigo? Mas é assim: namorar, noivar, casar e eu quero engravidar ano que vem (2011), só quero se for assim! E ele concordou e disse que também queria casar comigo e que eu fosse mãe de outro filho dele, pois nunca me esqueceu. E olha que 08 anos se passaram.

Namoramos por 08 meses, fomos morar juntos e decidimos de eu parar de tomar a pílula. Compramos nossa filha Peluda, a Astrid. Parei e depois de 03 meses descobri minha primeira gravidez, foi o momento mais emocionante da minha vida, eu tremia quando vi o resultado do exame de sangue, chorei, simplesmente não acreditava que era verdade.  Meu maior sonho estava começando a se realizar: ESTAVA GRÁVIDA!

Foi impressionante, eu queria tanto engravidar que parece que minha barriga espichou do nada e logo já consegui vê-la. E a emoção a cada ultrassom? Chorava na sala, parecia uma boba!

Quando descobrimos que estávamos esperando uma menina então, a emoção foi maior ainda, pois eu sempre sonhei em ter uma menina, nos vestidos, sapatinhos, fivelinhas, bonecas, nada contra os meninos, quero ter um casal, mas primeiro sempre quis ter uma menina.

O primeiro chute, a escolha das roupinhas, do nome, dos padrinhos, nossa primeira vez em uma loja de artigo de bebê, os enjoos, azia, a decoração do quarto.

No momento vivo meu último trimestre e ainda falta muita coisa pra ser feita, cada dia é uma emoção nova, uma crise de choro por carência.

Minha vida está uma loucura, trabalho feito louca como decoradora em uma loja, inclusive aos fins de semana e feriados, preciso deixar uma boa reservam financeira pra minha licença maternidade, os hormônios estão a todo vapor, a ansiedade de querer tudo pronto pra quando ela chegar, crises de você não me ama mais com o marido e além de tudo isso resolvi cair de cabeça no mundo dos blogs sobre maternidade.

Fui incentivada por uma blogueira e agora amiga virtual, a “mãe de merda”, estou adorando a ideia, ainda é um campo desconhecido, mas já me aventurei tanto pelo mundo que o que é mais essa aventura? Quero compartilhar coisas sobre gravidez, dia a dia, o seu lado bonito e o que realmente incomoda e em breve minha nova rotina como mãe de primeira viagem!

Essa é a história da minha vida de forma resumida. A fofa da Marcella me convidou pra escrevê-la  aqui no Mon Martenité, o que foi uma honra.
Querem acompanhar mais? Então passem lá no meu blog:

Beijos da Mãe Dipa

Álbum de *linda* família =)




VEJA MAIS POSTS SOBRE

13 comentários

  1. êêêêêê .... é uma honra estar aqui!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Ahhh que linda! A Paola vai ser uma super mãe, com toda a certeza! Mulher guerreira e batalhadora da um orgulho na gente né?


    hahaVocês duas são demais!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ah, que linda história, que lindo quadro, amei ;)
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Toninha Ferreira4 de maio de 2012 12:37

    Passei para parabenizá-la.
    Sortuda...kkkkk
    Bjus.

    ResponderExcluir
  5. ah me vi em algumas coisas das suas primeiras palavras!!
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Que linda história de amor... Bjs

    ResponderExcluir
  7. é, Miriam ... temos que nunca desistir de nossos sonhos e ir a luta sempre! bjus

    ResponderExcluir
  8. ô, queridona ..... vc que é demais!!
    beijos

    ResponderExcluir
  9. nossa...linda a Historia.....

    ResponderExcluir
  10. LIndo d+!inspirador!
    bj* e otima semana!

    ResponderExcluir
  11. Que história linda! Que sejam mto felizes!!! bjocas

    ResponderExcluir

Obrigada! Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog. Para quaisquer dúvidas e sugestões, mande um email para contato@mamaedesalto.com

Beijos, Má

Importante

Importante

Seguidores

© MAMÃE DE SALTO - 2016. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.