A acumuladora de Curitiba

11:21

Foi há muito tempo, pouco mais de quatro anos que tudo começou. Ainda não se sabe o motivo real, alguns pensam que era medo, outros acreditam que era excesso de responsabilidade e havia ainda quem dissesse, acredite você, que era consumismo exagerado, o fato é que isso não é conto, lenda nem história para “boi dormir’, era verdade ... o número total passava de vinte!


O que, não entendeu absolutamente nada?! CALMA, eu explico!

Tudo começou poucos dias antes de Sophia nascer, quando eu notei que eu não tinha nenhuma mamadeira e, para meu conceito de maternidade, aquele que nenhuma mulher da minha família amamentou, que o leite das mulheres da família era fraco e que como ninguém tinha peito (sim, daqueles de tamanho farto e voluptuosos) significaria que eu também não iria ter leite, não iria amamentar e, então, deveria ter um estoque de mamadeiras dispostos e disponíveis para alimentar e amamentar minha princesa.

Como eu já tinha comprado uma chupeta de bico ortodôntico, pensei que deveria comprar mamadeiras com bicos semelhantes, afinal, achei que isso ajudaria a princesa na adaptação dos acessórios.

Então sai a procura de mamadeiras e bicos desesperadamente. A cada ida à farmácia ou lojas com produtos infantis, um novo item para a “coleção” era adquirido e, a coleção ia aumentando. Quando eu achava que já tinha comprado mamadeiras demais, eu comprava apenas bicos para estoque.

Ao longo desse caminho, houveram muitas baixas. Jogava simplesmente fora por acharem que estavam feias, “fora de moda” e, algumas muitas foram sendo deportadas para a casa da minha mãe.

Como falei *AQUI*, nos mudamos há pouco tempo e, numa das caixas com os produtos de cozinha, eu constatei que nós tínhamos muito mais mamadeiras do que se fazia necessário. Eram tantas que tínhamos, muitas até usadas apenas uma vez, e, se acreditam, havia uma que nunca tinha sido usada!


Como a princesa está numa fase mocinha X bebê, tudo que é coisa de bebê ficou para trás, incluindo mamadeiras, era o momento certo para EU me desfazer de uma coleção boba e, inútil para nós e muito útil para tantas outras pessoas! Deixei apenas três conosco, caso haja uma recaída (coisa que já aconteceu) e o resto, foram todas doadas no #eupraticodesapego.


Já compartilhei *AQUI* que fui muito acumuladora e o quando era difícil me desfazer das coisas, principalmente quando havia relação com Sophia! Mas depois da primeira vez, tudo ficou tudo tão melhor, mais fácil, mas tranquilo e, principalmente, muito recompensador! Saber que aquilo foi comprado com dinheiro do suor do meu trabalho, que Deus me abençoou muito para poder comprar aquilo e, estando em ótimas condições, estou podendo doar para quem não pode comprar, é tão bom, tão prazeroso!

Na bíblia diz que “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.” Atos 20:35 ... AMÉM! 

VEJA MAIS POSTS SOBRE

9 comentários

  1. Amiga que quantidade de mamadeiras e copinhos!!! Aqui temos uma mamadeira só desde que a pequena nasceu...rsrsrs... squeeze até que temos mais, mas não em exagero. Se livrar do que não precisamos é muito bom mesmo, faz um bem danado para a alma!!! Beijos mil

    ResponderExcluir
  2. Carambola! É muita mamadeira p/ uma boquinha só...rsrsr Bem, eu não sou nada acumuladora e dou as coisas da Isabela todo mês. Chega a ser exagero porque às vezes dou algo sem querer e depois quando procuro, já foi! hehehe Mas cada um com sua mania! :) bjss Camila Vaz
    http://mundodepalavras.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post e sua atitude tambem.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa!quanta mamadeira!meu problema é ao contrário.Não consigo guardar .Tenho pavor a coisas sem uso dentro de casa!bj*
    http://gemeosnafamilia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Confesso q tmb sou apaixonada por comprar mamadeiras...rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. São todas tão lindas né ... a gente acaba comprando para a gente mesmo, nem tanto pelos frutinhos!


    Obrigada pela visita!
    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  7. Eu estou aos poucos me livrando do tempo de acumuladora!


    Obrigada pela visita!
    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  8. Obrigada querida Graziela pelas palavras de carinho e encorajamento!


    Agradeço demais a visita!
    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  9. Hahaha .... sério que já deu coisa que depois precisou?!


    Pois é, se acredite, tem algumas que ela nem usou e, se te contar que algumas eu já tinha doado ou mesmo jogado fora?!


    Obrigada pela visita!
    Beijos, Má

    ResponderExcluir

Obrigada! Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog. Para quaisquer dúvidas e sugestões, mande um email para contato@mamaedesalto.com

Beijos, Má

Importante

Importante

Seguidores

© MAMÃE DE SALTO - 2016. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.