Espelho espelho meu

13:42


Esse não é o primeiro e provavelmente não será o último sobre estima, seja ela alto ou baixa! Não é segredo para quem me conhece ou mesmo acompanha o blog há algum tempo que sempre tive uma briga com a balança. Acho até que já contei que num determinado momento da minha adolescência frequentava sites de anorexia e bulimia, lia as dicas e depoimentos das ANAS e que até tentei ser bulímica mas não consegui e, por estudar de manhã e trabalhar a tarde (trabalho desde os treze anos) não consegui suportar o não comer nada ou viver a base de água, embora alguns sites/blogs mais radicais diziam até que água demais “engorda” então o conselho era que se fosse insuportável ficar sem comer e sem beber era para dormir.

Eu confesso que não sofria tanto com o meu corpo, me olhava no espelho e não via problemas, mas minha família sim via no meu corpo um problema. Algumas vezes questionava se entre ser traficante e magra ou acima do peso e honesta era capaz de perguntarem que tipo de droga eu trabalhava. Parece exagero mas cresci ouvindo “isso ficaria lindo em você se você não fosse gorda” ou coisas típicas como “você tem um rosto tão lindo, por que você não emagrece”.

Eu passava o outono e inverno engordando e na primavera começava a tomar remédios para estar magra no verão, essa foi minha vida por alguns sete anos, até o dia em que eu sai de casa!

Engravidei, me tornei mãe e quando minha filha completou quatro meses eu sai definitivamente da casa dos meus pais para formar minha família, a Família Gorducho e no primeiro momento foi libertador poder ir ao supermercado e comprar tudo o que queria e saber que tudo aquilo eu iria comer como quisesse, aonde eu quisesse e na hora que eu bem entendesse. Claro que o prazer dessas maluquices acabaram rápido afinal ainda eu convivia diariamente com minha família e as criticas ao peso eram diárias ... não é fácil nem bom ouvir coisas do tipo “se continuar assim teu namorado vai te trocar por outra”, mais uma vez não importa amor, companheirismo ou admiração, um relacionamento é baseado apenas em corpo!

Eu passei três anos e meio, quatro quem sabe tentando me esconder dentro de duas calças jeans, algumas camisetas largas e um moletom. Maquiagem!? Para que ... isso poderia ressaltar a única coisa bonita que eu tinha e assim contrastaria com o corpo feio que eu também tinha. O cabelo que sempre cuidei com as luzes estava num blackout total há tempos e a qualquer momento eu esperava ser trocada por um corpo magro.

Lembro que depois de muitas brigas entre eu e minha imagem refletiva no espelho decidi conversar com quem realmente me via diariamente com e sem roupa: meu marido. Fui sincera e resolvi perguntar tudo aquilo que colocaram na minha cabeça e descobri que para ele eu era um corpinho bonito e que se eu quisesse emagrecer ele estaria comigo assim como se eu não desejasse fazer nada, desde que minha saúde estivesse em perfeito estado. Decidi que queria estar como me sentisse bem, sem cobranças, sem neuras, sem desconforto, sem ameaça. Lá se foram dez quilos!

Um dos motivos da mudança do nome do blog de Mon Maternité para Mamãe de Salto foi para oficializar essa mudança interna, uma mudança que aconteceu dentro de mim antes de vir parar no blog. Reparei que até aquela conversa com o papis eu não tinha fotos com minha filha, minha família. Resolvi assumir o cargo de fotografa oficial para não ter que me olhar nas fotos e, você se engana em pensar que o problema era me olhar acima do peso, com roupas nada a ver e sem maquiagem ou cabelo cuidado, era ver que era infeliz ... infeliz pela cobrança de ter que ser aquilo que os outros acham bonito, generalizar que quem é capa de revista, quem está na novela da Globo é belo, inspirador, foco!

Dias atrás estava assistindo o programa Top TVZ do Multishow e passou um clipe Pretty Hurts da Beyoncé e no programa os videoclipes tem legenda traduzida e, como chorei ao ler a letra da música. Hoje somos cobradas pelo corpo que os outros querem que tenhamos sem nos perguntar como estamos. Em função da mídia até nós, mães hoje somos cobradas! Dias atrás li nas redes sociais criticas a apresentadora Ana Hichmann por estar “gorda” dois meses após parir. Acho que nem vou começar a falar sobre isso senão o post de hoje não terá fim!

Deixo com você o videoclipe da Beyoncé e abaixo a letra e tradução, vale a pena parar e pensar sobre o rumo que estamos tendo com nosso corpo e, como mães, o que vamos ensinar aos nossos filhos!





Pretty Hurts
A Beleza Machuca


Miss Third Wards, your first question
Miss, a sua primeira pergunta
What is your aspiration in life?
Qual é a sua aspiração na vida?
Oh My aspiration in life
Oh minha aspiração na vida
Would be to be happy
É ser feliz

Mama said, you're a pretty girl
Mamãe disse 'você é uma garota linda'
What's in your head it doesn't matter
O que você tem na cabeça não importa
Brush your hair, fix your teeth
Penteie o seu cabelo, corrija os seus dentes
What you wear is all that matters
O que você veste é tudo o que importa

Just another stage
Apenas mais uma etapa
Pageant the pain away
O concurso tira a dor
This time I'm gonna take the crown
Desta vez, vou ganhar a coroa
Without falling down, down
Sem cair, cair

Pretty hurts
A beleza machuca
We shine the light on whatever's worse
Evidenciamos o que temos de pior
Perfection is the disease of a nation
A perfeição é a doença da nação
Pretty hurts
A beleza machuca
We shine the light on whatever's worse
Evidenciamos o que temos de pior
Tryna fix something
Tente reparar algo
But you can't fix what you can't see
Mas você não pode reparar o que não consegue ver
It's the soul that needs the surgery
É a alma que precisa de cirurgia

Blonder hair, flat chest
Cabelo loiro, seios pequenos
TV says bigger is better
A TV diz que quanto maior, melhor
South Beach, sugar free
Praia do Sul, sem açúcar
Vogue says
A moda diz
Thinner is better
Que mais magra é melhor

Just another stage
Apenas mais uma etapa
Pageant the pain away
O concurso tira a dor
This time I'm gonna take the crown
Desta vez, vou ganhar a coroa

Without falling down, down
Sem cair, cair

Pretty hurts
A beleza machuca
We shine the light on whatever's worse
Evidenciamos o que temos de pior
Perfection is the disease of a nation
A perfeição é a doença da nação
Pretty hurts
A beleza machuca
We shine the light on whatever's worse
Evidenciamos o que temos de pior
Tryna fix something
Tente reparar algo
But you can't fix what you can't see
Mas você não pode reparar o que não consegue ver
It's the soul that needs the surgery
É a alma que precisa de cirurgia

Ain't got no doctor or therapeutic that can take the pain away
Não há médico ou terapeuta que tire essa dor
The pain's inside
A dor está lá no fundo
And nobody frees you from your body
E ninguém te liberta do seu corpo
It's the soul that needs surgery
É a alma que precisa de cirurgia
It's my soul that needs surgery
É a minha alma que precisa de cirurgia
Plastic smiles and denial
Sorrisos de plásticos e a negação
Can only take you so far
Podem somente te levar para mais longe
And you break
E você se destrói
When the paper signs you in the dark
Quando assina o contrato para a escuridão
You left a shattered mirror
Você deixou o espelho estilhaçado
And the shards of a beautiful girl
E os cacos de uma garota bonita

Pretty hurts
A beleza machuca
We shine the light on whatever's worse
Evidenciamos o que temos de pior
Perfection is the disease of a nation
A perfeição é a doença da nação
Pretty hurts
A beleza machuca
We shine the light on whatever's worse
Evidenciamos o que temos de pior
Tryna fix something
Tente reparar algo
But you can't fix what you can't see
Mas você não pode reparar o que não consegue ver
It's the soul that needs the surgery
É a alma que precisa de cirurgia

When you'r alone all by yourself
Quando você está completamente sozinha
And you're lying in your bed
E está deitada na sua cama
Reflection stares right into you
O reflexo te encara
Are you happy with yourself?
Você está feliz consigo mesma?
It's just a way to masquerade
Livre das máscaras
The illusion has been shed
A ilusão foi exposta
Are you happy with yourself?
Você está feliz consigo mesma?
Are you happy with yourself?
Você está feliz consigo mesma?
Yes
Sim


E aí, se identificou?!

Beijos e comenta,




VEJA MAIS POSTS SOBRE

4 comentários

  1. OI Má, lindo o seu texto. Ontem vi uma imagem que diz "o seu corpo não está errado. A sociedade é que está." Essa cobrança pelo corpo ideal está é prejudicando a saúde mental e espiritual das pessoas.
    Amei o texto. Vou compartilhar na minha página.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chris, que bom que gostou!

      Acho tão desnecessário ter que se preocupar com corpo! Quem é magro é considerado "normal" e acima do peso é "feio", "errado" ... por que?! Não entendo isso!

      Obrigada pela indicação, me senti honrada e muito feliz! =)

      Beijos, Má

      Excluir
  2. Olá Ma!!!
    Lindo e seu texto... corpo perfeito é aquele que a gente escolhe "usar" com felicidade!!
    Adorei e vamos ser feliiiiiiiiiizzzzzz!!!
    bj bj
    Pri Aitelli
    www.mamyantenada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pri que frase mais linda essa, simplesmente amei!

      Obrigada por sempre estar aqui ;-)

      Beijos, Má

      Excluir

Obrigada! Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog. Para quaisquer dúvidas e sugestões, mande um email para contato@mamaedesalto.com

Beijos, Má

Importante

Importante

Seguidores

© MAMÃE DE SALTO - 2016. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.