Sobre ontem ...

15:23


Minha tia me mandou uma mensagem por whatsapp ontem e fez o seguinte comentário “se ainda te conheço, há 365 dias você está na contagem regressiva para esse dia” e ela realmente super me conhece, sabe que meu aniversário é celebrado muito por mim, sabe que eu me basto no dia trinta de junho e que sou muito muito muito feliz nesse dia!

Minha mãe diz que eu fui uma criança muito planejada e desejada, que ela planejou todo o antes e o durante, só não conseguiu seguir seus planos depois do meu nascimento, pois eu sempre fui além das expectativas dela.

Fui uma criança que se bastava, eu nunca quis nem precisei de muitos amigos para ser feliz. Gostava de brincar sozinha e criava um reino de faz de conta sem ter medo de me expor. Brincava de Barbie, casinha, supermercado, loja ... minha imaginação não tinha limite e eu sempre fui muito feliz.

Vida de princesa!? Tô mais para gata borralheira! Acho que com uns dez anos aprendi a lavar banheiro, passar roupa e encerar chão de madeira com um tal de escovão. Aos onze anos descobri o que era passar fome depois que meu pai ficou desempregado e aprendi a vender bombom de morango escondido da coordenação da escola para poder pagar conta de luz e comida para sobreviver.

Aos treze anos fui convocada para ser auxiliar da minha mãe no consultório odontológico dela, emprestamos dinheiro e montamos aquela que poderia ser a saída dos problemas financeiros. O começo foi extremamente difícil, naquele momento eu só queria ter uma vida de adolescente normal e precisei aprender na marra a ter responsabilidade e que a vida de gente grande não é tão linda como eu achava que era.

Eu nunca contei a história da minha vida para ninguém, não gosto nem quero que entendam muitas das minhas maluquices ou obsessões de hoje em dia, apenas o papis sabe dos meus medos e minhas superações.

Ser mãe foi a parte menos difícil da minha vida, mais isso não significa que foi fácil! Acho que eu precisava ser mãe para poder dizer que antes dos trinta passei por muitas situações que me fazem ser a mulher que sou hoje.

Ontem, ultimo dia do mês de junho, o marco do fim de um semestre é para mim o início de uma nova fase da vida ... há vinte e sete anos é assim e todos esses anos eu celebrei a minha própria vida, celebro por ter sobrevivido, vivido, estar viva e vivendo algo que é único: o dom da vida! Não acredito que terei outra oportunidade como essa e por isso eu tento, na medida do possível ser a pessoa mais feliz do mundo e, quem não quer ser feliz, hasta la vista baby!

Quero agradecer a todos os amigos reais e virtuais que dedicaram um pouco do seu tempo para me desejar parabéns nas redes sociais! Agradecer a linda Pri do blog Mamy Antenada pelo presente, fiquei emocionada ... agradecer a Lumma do blog Shakespeare de Batom que em terra de “whatsapp ligação é prova de amor” e me telefonou!

Minha mãe está com pneumonia e a prioridade foi estar com ela, na casa dela. Não teve presente nem balões, mas teve amor, carinho e muita vida ... obrigada Deus!

E que meu novo ano de vida comece com todas as melhores coisas do mundo ... VIVA EU!

image

Beijos e comenta,


VEJA MAIS POSTS SOBRE

2 comentários

  1. Oooohhh flor...
    Em momentos em que a gente se isola em mundinhos e correria total, é bom ter amigas!!
    Conheci você na internet e o santo bateu logo de cara!!
    É tão bom ter amigos!!
    Que você possa aproveitar lindos dias de pura vida perto de seus familiares e amigos!!!
    Bj Bj
    Pri Aitelli
    www.mamyantenada.com

    ResponderExcluir
  2. Má, se você tá mais pra Gata Borralheira, é a mais linda e princesa de todas as Gatas Borralheiras. Parabéns pelo seu niver e que você tenha tudo de melhor que merece.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada! Seu comentário é muito importante para o crescimento do blog. Para quaisquer dúvidas e sugestões, mande um email para contato@mamaedesalto.com

Beijos, Má

Importante

Importante

Seguidores

© MAMÃE DE SALTO - 2016. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.